sábado, 13 de abril de 2013

Meu eterno namorado





Esse é o Rafael Ruy meu marido,namorado,amigo meu amante,companheiro e pai do Lorenzo Henrique que cresce em meu ventre.Esse homem é o motivo do meu sorriso das minhas tristezas razão da minha vida.Mais nem sempre foi assim.começamos a "ficar"  fevereiro de 2006 era carnaval,a partir dai nunca mais nos largamos,tivemos muitas lutas separações ciumes e ate traição pra chegarmos nesse casamento lindo que temos hoje,por esse  homem eu deixei o aconchego da minha casa o colo da minha mãe.Dezembro de 2009 fui embora com ele sem a aceitação da minha mãe pois tinha apenas 17 anos.moramos juntos por 1 ano e  2010 a surpresa minha mãe resolveu aceitar nosso casamento depois de ver que o nosso amor  enfrentou varias barreiras.Então ela juntou com a família dele e em dezembro de 2010 resolveu nos presentear com o nosso casamento,então realizei o sonho de casar toda de branco aquela coisa bem tradicional. Momento inesquecível. Em 2012 resolvemos voltar para Minas onde cresci.E foi a melhor coisa que fiz pois nossa vida  só mudou para melhor.Depois de um aborto espontâneo em julho de 2009. em 2012 começava a luta pra engravidar,novamente ele queria muito e eu também. Janeiro de 2013 descobri que estava gravida de 2 meses,a partir dai começa a minha vida de verdade,hoje gravida de 5 meses estamos contando os dias para ter nosso pequeno príncipe ao nosso lado pra te nossa família completa essa criança é fruto de um amor que suportou coisas que ninguém suportaria que não da pra contar em um blog. As vezes cheguei a achar que não valeria a pena continuar com esse amor que ao mesmo tempo que fazia bem machucava também,mais com a ajuda de Deus conseguimos passar por cima de tudo de ruim e hoje colhemos bons frutos.Se você ama de verdade não desista que um dia tudo se encaixa nos seus devidos lugares.

         Rafael Ruy & Lorenzo Henrique ♥ 

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A importância do pai na gravidez



Apesar de ser a mulher a engravidar e a carregar com o bebê durante 9 meses, o pai tem um papel fundamental neste período de tempo.
     A grávida durante a gestação tem que passar por inúmeras transformações físicas e psicológicas. Desde os enjoos à indisposição, à preguiça e até ao mau humor. Por isso, é que às vezes chora, outras vezes ri. Tal comportamento pode deixar o pai confuso, inseguro ou até ciumento, mas o segredo é ter paciência e compreensão. O pai, por sua vez, sofre também grandes alterações, embora sejam apenas de teor psicológico e emocional. 
         O papel do pai durante a gravidez é principalmente ajudar e apoiar a mulher em tudo aquilo que ela precisar. O pai deve desde o início acompanhar a mãe às consultas médicas, transmitindo assim, mais confiança e tranquilidade à mãe. Deve também estar preparado para responder a todos os desejos que a mulher tiver e deve estar pronto a ouvir e a compreender todos os medos ou receios da mulher.
            Nesta altura de mudanças, é essencial que o pai esteja presente, ajude em tudo o que for necessário e dê carinho e atenção. Assim, a mulher ficará mais confiante, com menos receios e a relação entre marido e mulher será fortalecida com o nascimento desta nova vida.




quarta-feira, 10 de abril de 2013

Você é tentante a quanto tempo? Quais exames e tratamentos já fez ou está fazendo?




Oi meninas! Como anda a vida de tentante? Quando ela começou? Como foi? 
Quais exames já fez? Algo foi diagnosticado? Faz algum tratamento?


Curiosidade: O que é Infertilidade ?





O que é infertilidade ?
Algumas das perguntas que as pessoas fazem com frequência são: Afinal, o que é considerado infertilidade? De quem é a “culpa”? Dos homens ou das mulheres?
As respostas a estas perguntas são muito simples, pois tratam-se de paramêtros estabelecidos como normalidade.
Primeiramente vale ressaltar que a palavra “culpa” deve ser evitada pois ninguem é culpado de não poder engravidar. Em um momento emocional bastante intenso que é o tratamento em busca de uma gravidez, devemos ser cuidadosos e sensíveis nas palavras e ações.
Infertilidade é a ausência de gestação, com regularidade de relações sexuais, no período de um ano, sem o uso de contraceptivos.
A maioria dos centros de reprodução humana adota esta definição de infertilidade por ser mais prática e de fácil entendimento, além de se basear em observações clínicas que mostram que 90% dos casais conseguem engravidar após 12 meses de tentativas.
As causas da infertilidade são divididas em:
30% – Fatores Femininos
30% – Fatores Masculinos
30%- Fatores Femininos e Masculinos
10%- Idiopático (Infertilidade sem causa aparente)
IMPORTANTE: A fertilidade feminina declina com a idade, sendo assim, se você tem mais de 35 anos de idade, e já esta tentando sem sucesso engravidar naturalmente, não espere por um ano de tentativas para procurar um especialista na área de reprodução humana.